Il mio Romeo

David Miller é um tenor lírico, assim como Luciano Pavarotti, José Carreras e o jovem Vittorio Grigolo.

O tenor lírico possui um timbre aveludado e quente, destinado a papéis tanto românticos quanto cômicos e deve ter expressividade nas passagens que requerem declamações. Caracteriza-se por um registro vocal rico em harmônicos, facilidade para os legatos e por uma sonoridade forte.

E quais os papéis na ópera que são destinados a tenores com este registro de voz?

Entre outros, os principais são : Rodolfo, em La Boheme, de Giaccomo Puccini; Pinkerton, em Madame Butterfly, de Giaccomo Puccini; Johnson, em La Fanciula del West, de Giaccomo Puccini;  Wether , da ópera com o mesmo nome, de Jules Massenet; Desgrieux, em Manon, de Jules Massenet;  Fenton, em Falstaff, de Giuseppe Verdi; Alfredo, em La Traviatta, de Giuseppe Verdi; Duque de Mantua, em Rigolleto, de Giuseppe Verdi; Arrigo, em I Vespri Siciliani, de Giuseppe Verdi; Fausto na ópera de mesmo nome, de Charles-François Gonoud; Romeu, em Romeu e Julietta, de Charles-François Gonoud; Tamino, em A Flauta Mágica, de Wolfgang Amadeus Mozart; Lenski, em Eugenie Onegin, de Piotr Ilich Tchaickovski; Steuermann, em O Navio Fantasma, de Richard Wagner;  Hoffmann, em Os Contos de Hoffmann, de J. Offenbach e  O Cantor, em O Cavaleiro da Rosa, de Richard Strauss.

David Miller, antes de entrar para o Il Divo, interpretou muitos papéis na ópera, entre eles, Rodolfo, em La Boheme; Des Grieux, em Manon; Romeu,  em Romeu e Julieta; Werther; Alfredo, em  La Traviata; Tamino, em  A Flauta Mágica; Don Ottavio, em Don Giovanni; Belmonte,  em Abduction from the Seraglio; além de papéis em musicais, entre eles, o de Tony, em West Side Story  (aliás,  é perfeito para este papel!).

É muito difícil a carreira na ópera, pois exige, além de muita determinação,  preparação em canto lírico,  estudo de teoria musical,  conhecimentos de outras culturas,  facilidade para cantar em outras línguas, saber interpretar, decorar letras e partituras enormes, saber se movimentar em cena,  dançar e ter muito carisma. Interpretar um papel na ópera, seja principal ou coadjuvante, é um grande desafio!

Já fiz aqui um post sobre uma antiga enquete que indagava se David Miller seria o melhor tenor do mundo na atualidade.

http://www.squidoo.com/davidmiller


E David Miller é, sem dúvida, uma das poderosas máquinas de cantar mais talentosas e bonitas que já conheci.

Um pensamento sobre “Il mio Romeo

  1. Olá Lú,

    O David é um talento por natureza!!!
    Voz potente e sauve ao mesmo tempo, que encanta e embala, além de ser um carisma em pessoa, bonito, elegante e com um sorriso que ilumina como o sol.
    Bjs e um excelente final de semana!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s