Carta para Urs/Letter to Urs

 

Olá,

Primeiro, tenho que dizer que, como fã, não sou diferente: eu adoro Il Divo, adoro você, adoro sua voz e acho você um cara lindo. Li muitas coisas a teu respeito. Coisas que falaram de você e coisas que você falou. Eu prestei muita atenção. Olhei as fotos, assisti aos vídeos, ouvi os cd’s, assisti aos dvd’s, li a autobiografia. Fiz de tudo para tentar descobrir quem você é, como deve ser sua personalidade. Eu não posso saber o que se passa na sua cabeça; não posso ler seus pensamentos. O que vejo são suas imagens, no palco ou fora dele. Tenor, roqueiro, motociclista, guitarista, você tem muitas caras e muitas histórias. Tem um jeito misterioso e até desconfiado.  E  fama de ser metódico e disciplinado. Ultimamente você se fechou, quase nada falou. O que ficou na minha memória foi a a sua voz, um timbre misto de força e suavidade. Sua voz é a expressão de sua alma e é assim que  vejo você: forte e suave; contraditório e ambíguo. 

E eu sei que tudo isso é um jogo de espelhos. Na verdade, eu quero saber quem eu sou.  Eu me redescubro e me renovo a cada dia.

Somos muito diferentes, eu sei. Mas alguma coisa de comum existe entre nós. Um enigna bem no fundo de seus olhos hazel.

Feliz aniversário, Urs Bühler!  

Hi,

First, I gotta say that, as a fan, I’m not different: I love Il Divo, I adore you, I love your voice and I think you is a gorgeous guy. I read many things about you. Things that were spoked of you and things that you spoked. I’ve dedicated a lot of attention. I looked at your photos, I watched the  videos, I heard the CD ‘s, I have seen the DVD ‘s, I read the autobiography. I did everything to try to discover who you are, like must be your personality.  I can not know what is happening in your head; I can’t read your thoughts. What I see are your images, on stage or off. Tenor, rocker, motorcyclist, guitarist, you have many faces and many stories. You have a mysterious and even suspicious way. You have fame to be methodical and disciplined too. Lately you was closed, almost nothing you spoked. What stuck in my memory was your voice, a timbre that  joint strength and softness. Your voice is the expression of your soul and this way is how I see you: strong and soft; contradictory and ambiguous.

And I know that all this is a game of mirrors. In fact, what I really want to know is who I am. I discover who I am every day .

We are very different, I know. But something common exists between us. A enigna  at the bottom of your hazel eyes. 

Happy birthday, Urs Bühler!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s